PROTOCOLO CMEM e Conselho Português para o Cerebro

O Conselho Português para o Cérebro (CPC), representando a comunidade das Sociedades Científicas ligadas à investigação do Sistema Nervoso (Sociedade Portuguesa de Neurociências, Sociedade Portuguesa de Neurologia, Sociedade Portuguesa de Neurorradiologia, Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental, Sociedade Portuguesa de Neurocirurgia, Sociedade Portuguesa de Neuropediatria), e Associações de Doentes com interesses na investigação e prestação de cuidados de saúde relacionados com o Sistema Nervoso, celebrou, no passado dia 26 de Janeiro de 2018, em Avanca, um protocolo institucional de cooperação com a Casa Museu Egas Moniz/CM Estarreja.

...

Na presença da direção do CPC e de representantes de todas as especialidades médicas envolvidas, assim como da Presidência do Município, Vereação da Ciência e da Cultura e Direção da Casa Museu Egas Moniz, foi assinado o referido protocolo e proferidos os discursos inerentes, salientando-se o percurso trilhado nos últimos anos pela edilidade/Casa-Museu no fomento e na divulgação do conhecimento na área das neurociências, como atestam a criação do Prémio bienal de carreira/tributo à Ciência denominado “Egas Moniz em Neurorradiologia” (2015), a comemoração do aniversário do Prémio de Oslo (1945) pela realização da 1ª Angiografia Cerebral (1927), assim como a edição inaugural da “Semana do Cérebro – Brain Week 2017” (90 anos após a 1ª Angiografia Cerebral), e a edição de livros/documentos histórico-científicos relacionados com estes eventos.

Estiveram presentes, pelo CPC, António Freire Gonçalves (Neurologia), Pedro de Melo Freitas (Neurorradiologia), Rita Silva (Neuropediatria), Ana Cristina Rego (Neurociências), Pedro Pinto Silva (Neurocirurgia) e Manuel João Quartilho (Psiquiatria e Saúde Mental); pela CMEM/CME, Rosa Maria Rodrigues (Diretora CMEM), Diamantino Sabina (Presidente CME), João Alegria (Ciência CME) e Isabel Pinto (Cultura CME).

Esta nova colaboração científico-cultural promoverá iniciativas e estimulará programas de ação tendo em vista o conhecimento e a divulgação de informações relativas ao Cérebro, de modo a contribuir para a educação da sociedade sobre os avanços da investigação em neurociências e para a promoção da saúde. Simbolicamente, a Casa Museu Egas Moniz (CMEM) atribuiu espaço físico para sede institucional do Conselho Português para o Cérebro (CPC).

Considerando ainda que o Conselho Português para o Cérebro, tem como objeto a promoção do conhecimento do Sistema Nervoso (SN) e cooperará com organismos congéneres, nacionais e internacionais, em particular com o European Brain Council (EBC - organismo que, na União Europeia, persegue os mesmos objetivos, reunindo associações de vários países europeus com interesses específicos na investigação do SN), foi protocolada a criação de uma Bolsa Nacional de Mérito Científico (A Contemporaneidade Universal de Egas Moniz na Abordagem do Cérebro), subordinada ao estudo do Cérebro e Neurociências em geral, perpetuando-se, desta forma, o legado científico de Egas Moniz e a perenidade da sua obra no universo da Ciência.